Destaque

CAU participa de lançamento de livro sobre arquitetura residencial de Goiânia

Ressaltando que “Goiânia não é só Art Déco”, o Superintendente do Iphan-GO, Allyson Cabral, realizou a abertura do lançamento do livro “Arquitetura Residencial em Goiânia – Décadas de 1930 a 1970”, na última sexta-feira, 20, na sede do Instituto. O evento contou com mais de 150 pessoas, entre arquitetos, estudantes, professores e sociedade civil. As conselheiras Camila Dias, Flávia Bukzem e a gerente geral Isabel Barêa estiveram presentes representando o CAU/GO.

“Todas as linguagens arquitetônicas são importantes e determinam uma época específica de desenvolvimento de Goiânia e devem ser preservadas e garantidas”, afirmou Allyson Cabral sobre a necessidade de destacar as outras linguagens arquitetônicas presentes em residenciais da capital goiana, além da Art Déco.

Ao todo, o livro identifica 339 residências, de modo a detalhar o histórico da arquitetura residencial goianiense em nove diferentes linguagens. As coordenadoras da pesquisa Eline Mora (UFG), Dafne Marques de Mendonça (Iphan) e a arquiteta e urbanista Márcia Guerrante Tavares, participaram como palestrantes durante o evento e destacaram a necessidade da valorização e preservação do centro histórico de Goiânia.

Para Márcia Guerrante, o livro é um documento essencial para manter viva a memória da cidade. “Em um momento em que as grandes metrópoles, entregues à fome do mercado imobiliário e a um crescimento caótico, perdem sua identidade, falar das riquezas que ainda temos aqui e da preservação desse nosso patrimônio urbano e arquitetônico, é falar de pertencimento e de qualidade de vida de uma cidade que pode e deve ser pensada para as pessoas”, afirma.

“Ainda há tempo de salvar o que resta desse tesouro, mas é preciso o envolvimento sério da população, dos nossos representantes políticos, de entidades e principalmente do poder público, no sentido de promover políticas eficientes que venham a incentivar e promover de fato a preservação desses bens”, reforça Márcia.

A conselheira do CAU/GO Camila Dias destacou que o livro é de grande importância para evidenciar  as linguagens arquitetônicas como parte da construção da identidade e da história da cidade de Goiânia.

“Que possamos dar continuidade à preservação, à pesquisa e à propagação da importância do patrimônio para a nossa constituição como sociedade,” afirmou.

Os estudiosos do assunto que tiverem interesse em obter um exemplar do livro podem solicitá-lo na sede do Iphan Goiás, das 8h às 17h, sendo permitida a retirada de apenas uma unidade por pessoa. A versão digital do livro também será disponibilizada no site oficial do Iphan. 

Contato do Iphan-GO: (62) 3224-6402/1310
Endereço: Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira, 210, Goiânia – GO, 74175-120

OUTRAS NOTÍCIAS

Confira retrospectiva com as principais ações do Conselho em 2023

Confira o funcionamento do CAU/GO neste final de ano

Homologação do concurso público do CAU/GO é publicada