Destaque

Profissional habilitado para construções mais seguras

Diante do incidente ocorrido no Parque Amazônia na manhã do dia 12 de janeiro, no qual o desabamento da marquise de uma edificação de uso comercial esmagou as pernas do locatário do espaço, o CAU/GO orienta a sociedade em geral sobre a necessidade e a importância da elaboração de projetos e execução de obras por profissionais habilitados. “O profissional arquiteto e urbanista possui qualificação técnica para essas atividades e é responsável pela aplicação das normas técnicas que garantem qualidade e segurança às edificações e aos seus usuários”, ressalta a gerente técnica Isabel Barêa Pastore.

Para saber se um profissional é ou não habilitado, o ideal é buscar informações no seu Conselho de Classe, lembrando de obter todas as licenças necessárias à edificação de novos espaços junto aos órgãos de fiscalização.

O CAU/GO alerta ainda que, além dos cuidados na construção de novas edificações, é preciso realizar nas obras antigas os reparos e manutenções necessárias ao bom desempenho das estruturas e instalações para garantir o bom funcionamento e a segurança de quem nelas habita ou trabalha. “Lamentamos o ocorrido e informamos que estamos trabalhando em busca da conscientização da sociedade quanto ao exercício regular da nossa profissão como garantia de espaços mais humanos e qualificados”, conclui Isabel.

O acidente

Josias Pereira dos Santos abria sua panificadora quando a laje do imóvel desabou, caindo sobre suas duas pernas. No local, estava também a mulher do comerciante, Lídia Soares da Silva de Souza, que tentou retirá-lo dos escombros, mas não conseguiu, tendo de pedir auxílio ao Corpo de Bombeiros. Josias teve o pé direito decepado e a perna esquerda esmagada. Ambas as pernas sofreram amputações. De acordo com a filha do casal, Josiene dos Santos, Josias havia entrado em contato com o proprietário do imóvel para solicitar reformas, já que o imóvel apresentava infiltrações e rachaduras, mas ele havia dito que aguardaria passar o período chuvoso para começar os reparos,

Fotos: Selma Cândida / Jornal O Hoje

OUTRAS NOTÍCIAS

Confira retrospectiva com as principais ações do Conselho em 2023

Confira o funcionamento do CAU/GO neste final de ano

Homologação do concurso público do CAU/GO é publicada