Destaques

CAU/GO lamenta morte de Luiz Paulo Conde

O Conselho lamenta a morte do arquiteto e urbanista Luiz Paulo Conde, ex-prefeito do Rio de Janeiro que faleceu na madrugada desta terça-feira (21), aos 80 anos. Conde estava internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, e lutava há alguns anos contra um câncer de próstata.

Luiz Paulo Conde foi presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), e professor titular e diretor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Entre 1993 e 1996, foi Secretário de Urbanismo do Rio de Janeiro na primeira gestão do prefeito Cesar Maia, e prefeito do Rio pelo PFL, de 1997 a 2000. Entre as suas principais realizações estão os projetos de urbanização Favela-Bairro e o Rio Cidade, iniciados na primeira gestão de Maia, além da construção da Linha Amarela, do campus da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e 50 escolas e centros de treinamentos poliesportivos para o governo Carlos Lacerda.

“Em sua vida pública, Conde deixou uma marca na cidade, ao idealizar reformas urbanas e criar mecanismos de valorização do projeto. Conferiu dessa forma grande visibilidade à Arquitetura e o Urbanismo”, avalia o presidente do CAU/RJ, Jerônimo de Moraes, que o conheceu ainda estudante na FAU/UFRJ, no final de década de 1970. “Como professor, era uma referência para nós, não apenas por sua reconhecida atuação profissional como arquiteto, mas também por levantar discussões sobre a arquitetura de forma bastante democrática, em um momento delicado para a universidade em termos de liberdade de expressão”.

Em nota, o ex-prefeito Cesar Maia lamentou a morte de Conde: “O Rio deve muito ao urbanista, professor e prefeito Luiz Paulo Conde. Especialmente a maior reforma urbana complexa que iniciou e comandou. No asfalto, o Rio-Cidade. E, nas comunidades, o Favela-Bairro. Um reconhecimento que todos nós, cariocas – e o urbanismo – devemos a ele.”

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-prefeito. “O Rio de Janeiro perdeu hoje um grande realizador. Luiz Paulo Conde fez parte de um grupo seleto de cariocas que tiveram o prazer e o orgulho de gerir a nossa Cidade Maravilhosa. (…) Conde foi um inspirador para realizarmos a grande transformação pela qual o Rio de Janeiro passa. Com seu olhar urbanístico, foi um dos primeiros gestores a pensar na revitalização da Região Portuária e na demolição do elevado da perimetral. Hoje, o Rio está mais triste com sua perda”, disse Paes, em nota.

O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, também expressou pesar pela morte do ex-prefeito, de quem se disse amigo desde o tempo em que era prefeito de Piraí. “Lamento muito a morte dele. Convivi com ele quando eu era prefeito. Era um grande ser humano, um grande arquiteto. Era um companheiro da boa mesa. Almoçamos e jantamos muitas vezes juntos. Era um grande amigo, um grande homem público”, afirmou Pezão.

O velório será realizado no Palácio da Cidade a partir das 18h. O enterro ocorre amanhã, no Cemitério São João Batista, às 12h. Conde deixa esposa, a também arquiteta Rizza Conde, e três filhos.

Fonte: CAU/RJ

OUTRAS NOTÍCIAS

Brasília sediará a IV Conferência Nacional de Arquitetura e Urbanismo entre 8 e 10 de novembro

Prêmio TCC 2023 está com inscrições abertas! Prazo de envio é até 10/11

Novidades no SICCAU serão implementadas na noite desta sexta, 20. Veja tutoriais !