Destaque

Cartilha sobre Escola Acessível ganha formato para redes sociais

O CAU/GO vem constantemente trabalhando na conscientização sobre o cumprimento de normas relacionadas à acessibilidade em edifícios públicos e privados. Em mais uma ação em prol do tema, divulga agora em formato para redes sociais a cartilha Escola Acessível, com dicas e instruções de como devem ser os ambientes escolares para que a acessibilidade seja garantida.

Clique aqui para acessar e ler a cartilha completa.

Publicada originalmente em 2017 com apoio do Ministério Público de Goiás (MP-GO), a cartilha oferece orientações básicas sobre as exigências da NBR 9050 – que já está em sua quarta edição, atualizada em 2020, tratando especificamente do ambiente escolar. A publicação e a campanha digital abordam, por exemplo, a necessidade de espaço adequado para a cadeira de rodas, junto ao balcão de atendimento na recepção; a largura mínima de 90 cm para as portas; as cores contrastantes do piso e das paredes do sanitário; e a necessidade de piso específico para o parquinho.

“O conhecimento das normas divulgadas pela cartilha é de suma importância para munir as pessoas de conhecimento”, afirma a gerente técnica do CAU/GO, Giovana Jacomini, “para cobrar das autoridades que as escolas estejam adequadas para todos os usuários, independentemente da sua condição física ou intelectual.”

Trabalho contínuo
Em agosto, o CAU/GO promoveu um curso de Acessibilidade em Locais de Ensino para arquitetos/as da Secretaria Estadual de Educação, a fim de atualizá-los sobre a aplicação das normas relativas à acessibilidade, em seu trabalho de projeto para construção ou reforma de escolas em todo o Estado. A capacitação também foi acompanhada por arquitetos/as do MP, CREA-GO e Seplanh.

Em maio, o Conselho realizou, por solicitação o MP-GO, vistoria na Secretaria de Desenvolvimento Social (Secretaria Cidadã), apontando a necessidade de solução para a falta de acessibilidade em suas edificações. Via imprensa, o órgão se comprometeu a contornar o problema até meados de outubro.

Desde 2015, o Conselho já analisou a acessibilidade de 17 órgãos ou espaços de uso público, tais como a Praça Cívica, Parque Botafogo, o Grande Hotel e três unidades de saúde. O Autódromo Internacional de Goiânia, localizado na GO-020, foi um dos locais a promoverem melhorias depois dos apontamentos do CAU/GO, em prol de oferecer maior acessibilidade a seus diversos públicos.

OUTRAS NOTÍCIAS

Conselho recebe aprovados em Concurso Público e homenageia primeiros efetivos

Confira retrospectiva com as principais ações do Conselho em 2023

Confira o funcionamento do CAU/GO neste final de ano